Apoio à Revitalização da Sala de Leitura (Biblioteca Santos Dumont)

Projeto
SUMÁRIO

Apoio à revitalização da sala de leitura da escola (Biblioteca Santos Dumont), visando contribuir para a dinamização do espaço, disponibilização do acervo para os alunos e professores e desenvolvimento de atividades de incentivo à leitura.

OBJETIVOS

· Colaborar na reorganização do espaço físico;
· Colaborar na organização e informatização do acervo;
· Colaborar na disponibilização do acervo para os alunos;
· Colaborar no desenvolvimento de atividades de incentivo à leitura.

JUSTIFICATIVA

A partir deste ano de 2009, a Secretaria de Estado da Educação deu início à implantação de um novo projeto para as salas de leitura (Resolução SE – 18-02-2009), prevendo não apenas a compra de mobiliários e computadores como também a presença de professores e estagiários especialmente capacitados para coordenar as atividades e manter plantão de 8 horas diárias de atendimento. Entretanto, o cronograma não prevê a implantação do projeto na E.E. Dr. Octávio Mendes em 2009 (a previsão é que todas as escolas sejam incluídas até o final de 2010). Assim sendo, consideramos oportuno e relevante apresentar alternativas a curto prazo, que possam, já em 2009, permitir a plena reativação do espaço e sua utilização pelos alunos, a informatização do acervo e o desenvolvimento de atividades de estímulo à leitura.

PÚBLICO–ALVO

Conjunto dos alunos da E. E. Dr. Octávio Mendes – 2° ciclo do Ensino Fundamental (período vespertino) e Ensino Médio (períodos matutino e noturno), num total de aproximadamente 1800 alunos.

OPERACIONALIZAÇÃO/PASSOS

· Levantamento da situação da sala de leitura, em termos da possibilidade de utilização do espaço físico;
· Levantamento da situação do acervo, em termos de catalogação e informatização;
· Contatos com a Secretaria de Educação e outros órgãos públicos envolvidos para conhecer detalhes acerca do Programa Nacional do Livro Didático e do novo projeto para as salas de leitura;
· Reorganização do espaço físico da sala de leitura;
· Consulta à Direção, Conselho de Escola e professores das diversas matérias com relação à possibilidade de se selecionar e disponibilizar um acervo mínimo para empréstimo aos alunos;
· Informatização desse acervo mínimo, se possível já utilizando o mesmo programa de catalogação que será adotado pela Secretaria da Educação;
· Divulgação do acervo através do site.
· Constituição de um grupo de voluntários (ex-alunos e/ ou pais) para garantir o atendimento dos alunos pelo menos uma vez por semana em cada um dos períodos
(apenas para retirada/ devolução de livros);
· Apoio à realização de eventos e atividades de incentivo à leitura (sempre de forma conectada ao Plano Pedagógico da Escola, especialmente com relação à disciplina Língua Portuguesa).

INDICADORES DE RESULTADOS

· Rotina semanal de atendimento implantada nos três períodos;
· N° mensal de alunos que retiram livros;
· N° mensal de livros retirados
· N° de eventos/atividades de incentivo à leitura realizados.

RECURSOS MATERIAIS

O espaço físico é ótimo, sendo necessárias apenas algumas melhorias, como pintura, aplicação de resina no piso e reforma de persianas/cortinas. Também é necessário renovar o mobiliário – mas como o projeto do CRE Mário Covas prevê ações nesse sentido, devemos aguardar.

RECURSOS HUMANOS

Grupo de no mínimo três voluntários para ajudar a organizar e informatizar o acervo e garantir, através de plantões, o atendimento regular dos alunos até que a escola seja incluída no programa “Sala de Leitura” da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.

CUSTO / CAPTAÇÃO DE RECURSOS

· QUANTO À CATALOGAÇÃO/ REESTRUTURAÇÃO DO ACERVO E RETOMADA DA BIBLIOTECA CIRCULANTE: Como se trata basicamente de reativar recursos já disponíveis na própria escola, o projeto não implicará em custos, exceto, talvez, pequenas despesas (etiquetas, fichas etc.), as quais poderão ser assumidas pelo próprio Grupo de Trabalho.

· QUANTO ÀS MELHORIAS NO ESPAÇO FÍSICO
Este tópico deverá gerar um subprojeto específico. Será necessário elaborar memorial descritivo/ orçamento e submeter à aprovação da escola e outras instâncias competentes da Secretaria da Educação. Cumprida essa etapa, a Associação buscará patrocinadores privados.

CRONOGRAMA

· Levantamento inicial da situação da sala de leitura (espaço físico e acervo): março/abril de 2009;
· Submissão do projeto à aprovação do Núcleo Gestor e Conselho da escola: abril de 2009;
· Definição, organização e informatização do acervo mínimo: abril a julho de 2009;
· Constituição, definição de rotinas e treinamento da equipe de voluntários: abril a julho de 2009;
· Divulgação e implantação do projeto: agosto de 2009.
· Atividades de incentivo à leitura: setembro/outubro de 2009

OBSERVAÇÕES FINAIS

Tal como no caso das melhorias no espaço físico da Biblioteca Santos Dumont, o desenvolvimento de atividades culturais e de incentivo à leitura deverá gerar subprojetos específicos, de modo a facilitar a captação de recursos.

* Clique nos arquivos anexos para conhecer o projeto elaborado por nosso colega, o arquiteto e paisagista Walter Gonçalves, para a Sala de Leitura do Cedom.

Planta

 

 

 

Revitalização da Sala de Leitura _Relatório 01

Relatório 2, elaborado pelo colega Osvaldo Yasuda – outubro/2010.

 


Published by Regsam on 02/04/2009 (469 reads)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *