Revitalização da Sala de Leitura _Relatório 01

 

Numa iniciativa da AECEDOM, em parceria com a direção da escola, este projeto tem por objetivo retomar as atividades da Biblioteca Santos Dumont, dotando-a de uma estrutura mais moderna e funcional, permitindo que alunos e professores usufruam de seu vasto e importante acervo.

SITUAÇÃO ENCONTRADA

Os trabalhos tiveram início no mês de março/09, com os associados/voluntários Osvaldo Yasuda, Maria Amélia Nogueira e Armen Mardikian, tendo ficado estabelecidos os períodos das terças e sextas- feiras, das 14h às 17h, para a realização dos trabalhos. Abaixo, breve relato sobre a situação encontrada:

– Biblioteca com a sua atividade principal desativada. Segundo informações, uma funcionária da secretaria prestou serviços na biblioteca até meados de 2008. Alguns professores utilizam-se do acervo para suas aulas e das instalações para a exibição de filmes para os alunos.

– O espaço livre da biblioteca estava praticamente todo tomado pelos livros e apostilas didáticas enviados pela Secretaria da Educação para serem distribuídos aos alunos.
O trabalho inicial, portanto, foi de auxiliar na distribuições final destes materiais e transferir o que restou para outro espaço, deixando o espaço livre da biblioteca para circulação e utilização pelos alunos e para as reuniões do projeto do CDT (reunião com alunos e pais e a instalação da biblioteca quinzenal).

– Toda a operação da biblioteca, até então, estava sendo realizada através de controles manuais, por fichas e anotações em livros de controles. Não se conseguiu localizar o cadastro completo do acervo da biblioteca.

– As instalações físicas da biblioteca em vários aspectos encontram-se degradadas: há infiltração de água no teto, algumas prateleiras de aço estão amassadas, pintura desgastada, persianas necessitando de conserto, necessidade de recolocação de vidros quebrados, manutenção de janelas, verificação e combate aos cupins, fixação de tacos (foram fixados alguns) e renovação do cascolac.

– Na biblioteca, estão ainda guardados uma série de troféus conquistados pelos alunos, ao longo de décadas de participação em competições, e que se encontram em péssimas condições, necessitando de restauração.

DESENVOLVIMENTO DOS TRABALHOS

Feito o levantamento da situação da biblioteca e após a etapa de liberação da área que estava sendo ocupada pelos livros didáticos, passou-se à fase de reestruturação propriamente dita.

– Dada a necessidade de informatização das rotinas, o Osvaldo passou a pesquisar programas gratuitos para a operação de bibliotecas, tendo selecionado o “Open biblio”. Foram realizados testes para conhecer seus recursos, além da tradução para o português, sendo o mesmo considerado adequado às necessidades.

– Foi cedido à biblioteca um computador com acesso à internet. Está ainda prometida uma impressora.

– Passou-se a discutir como e o que catalogar, do acervo existente. Após discussões, concluiu-se que o conceito moderno de biblioteca é o de abranger apenas publicações de leitura (circulante) – e não os livros didáticos.

– Foram estabelecidos critérios para a catalogação do acervo. Estão sendo utilizados alguns códigos como: “CDD” – Código Decimal Dewet, o “Cutter” – código de identificação do autor e do título da obra – o ISBN e o “tombo” já existente. Está sendo colada uma etiqueta, na lombada da publicação, com alguns códigos, e em seguida, os dados da publicação são cadastrados no programa. As publicações estão sendo guardadas nas prateleiras em ordem crescente do código “CDD”.
Dessa forma, o acervo poderá ser consultado pelo interessado a partir do site: www.cedom.net/biblioteca.

– Foi feito um inventário preliminar, que constatou a existência de cerca de 14.000 publicações na categoria “circulante”.

– Dado o grande volume de publicações apurado, o nº de voluntários e os períodos de tempo disponíveis para a realização do serviço, seriam necessários cerca de 3 anos para se completar a catalogação.
Assim, foi estabelecida uma meta inicial para a catalogação de 1.000 títulos escolhidos entre os mais interessantes para os alunos (pelo tema, autor, importância da obra, etc), até o final de julho, permitindo uma retomada das atividades com este pequeno acervo a partir do início do 2º semestre letivo – agosto/09.
A reabertura da biblioteca seria marcada por um evento – um coquetel, por exemplo.
Até o momento, já foram catalogados cerca de 250 títulos (em média são catalogados 50 títulos em cada sessão).
Paralelamente ao funcionamento da biblioteca, teria continuidade a catalogação do restante do acervo.

– O desenvolvimento dos trabalhos tem sido constantemente divulgado entre os professores, funcionários e mesmo alunos, que têm demonstrado muito interesse na retomada as atividades da biblioteca. A divulgação também é feita através do site cedom.net.

– Aos voluntários iniciais, juntou-se mais recentemente o Júlio (irmão do Osvaldo e ex-aluno) mas, por outro lado, Armen, em meados de maio, deixará de apoiar diretamente o projeto, pois voltará ao mercado de trabalho. Há uma procura constante por novos voluntários para o projeto.

– Através de um quadro existente na biblioteca, soube-se que a mesma encontra-se registrada no Conselho Regional de Biblioteconomia, desde 1967.

– Durante o desenvolvimento desta etapa, soube-se que o Cedom foi incluído no projeto de Sala de Leitura da Secretaria de Educação, ainda para este ano (2º semestre), o que implicará no recebimento de um novo acervo, mobiliário específico, designação de professor readaptado e estagiário para a implantação do projeto.

– Todas as etapas do trabalho estão sendo informadas e discutidas com a direção da escola (diretora, coordenadoras e alguns professores). Neste período, houve uma reunião do conselho e o tema da reativação da biblioteca foi mencionado, não tendo sido registradas reações adversas.

NOVAS ETAPAS / DESAFIOS

Com o desenrolar dos trabalhos e as informações colhidas ao longo deste período, apresentamos a seguir as próximas etapas e necessidades a se ter em conta para este projeto.

– Estabelecimento de normas/condições para o funcionamento da biblioteca:
(responsável pela biblioteca, dias e horários de abertura, normas de procedimentos, etc.).

– Como o projeto da Sala de Leitura, a ser implantado, poderá se interligar com a biblioteca atual? O responsável pela Sala de Leitura poderá também cuidar do acervo da biblioteca?

– Como poderão ser viabilizadas as melhorias necessárias à infraestrutura do espaço da biblioteca? A escola passa por uma ampla reforma, será que algumas destas necessidades não poderiam ser contempladas nesta reforma?

– Organização do evento da reabertura da biblioteca.

– Definição do destino dos livros didáticos existentes no acervo atual.

Relatório elaborado por Armen Mardikian – maio/2009


Published by Regsam on 19/05/2009 (165 reads)